Quinta-feira, 17 de Abril de 2008
ANITA - Cadela Furação

A Anita, apareceu o ano passado perto de minha casa, por ter atacado as galinhas do meu vizinho foi espancada pelo mesmo. Estava esfomeada, sem pêlo nas orelhas e muito magra. Recolhi-a num quintal abandonado, onde se encontra há vários meses. Tenho receio que alguém a solte por maldade, ou que o dono do terreno apareça.

 

Já tenho 5 cães em casa, num espaço reduzido e a Anita precisa de muito espaço. Ela é muito brincalhona e meiga até ao exagero, um verdadeiro poço de beijos!!! Deve ter ano e meio.

 

Para adoptar: 916746119

galda.g@sapo.pt



publicado por gatosnoquintal às 18:53
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008
Os gatos do quintal

A verdadeira razão deste blog.

Alimento na rua, em quintais abandonados. 16 street cats. São a minha principal preocupação. Vivem na rua, á chuva e ao frio, morrem na estrada junto a minha casa, caem nos poços abandonados e correm os mais variados riscos. Já foram muitos mais, mas agora tenho as gatas controladas. Há muito que não nascem ninhadas nesta colónia.

Estão todos para adopção:

 

Pantufa: Macho (esterelizado), meigo, adulto.

 ADOPTADO                                    

 

Bamboo: Macho (esterelizado), meigo,7meses

 

Lostris: Fêmea, meiga, 7 meses

ADOPTADA

 

Bonita: Fêmea, muito meiga, recentemente abandonada, adulta.

 

Frufru: Fêmea, arisca, 2 anos.

 

Filho da Frufru: Macho, medroso, 9 meses (esterelizado). 

 

Mãe Preta: Fêmea, a matriarca, mantêm-se á distancia, adulta. 

 

 Filho Mãe preta: Macho, meigo mas medroso, 8 meses.

 

Manchinha: Macho, adora festas, 7 meses. 

 

Menina Preta: Fêmea, adora festas mas tem medo, 7 meses.

 

Meia Manga: Fêmea, meiga mas arisca, 8 meses

 

Torta: Fêmea, medrosa, adulta

 

OUTROS CASOS URGENTES: -  RESOLVIDO

 

Uma jovem cadela teve os bébes junto a uma estrada nacional, durante quase 2 meses, alimentei ela e as 3 crias fêmeas. Um dia alguém foi buscar uma das crias, a cadela desnorteada atrás da filha não percebeu que estava na estrada e foi brutalmente atropelada por um camião a alta velocidade. Teve morte imediata.....

Uma das órfãos ainda precisa de dono. Completa 3 meses no dia 15 de Fevereiro 2008. È super meiga e inteligente, deve ficar do tamanho médio.

 

 

 

CONTACTOS PARA ADOPÇÕES E ENCOMENDAS:

Alda Galvão

Tel. 916746119

galda.g@sapo.pt

 



publicado por gatosnoquintal às 18:50
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Alimentar bocas em Ponto Cruz

Alimentar tanta boca está a ser cada vez mais difícil. Tive de encontrar uma forma de controlar os custos, pois o orçamento da casa já está a ficar bastante apertado. Assim a venda de peças em Ponto Cruz, feitas á mão por mim, são um rendimento extra para a alimentação desta bicharada toda.


 

Babetes com nomes ou desenhos simples - 4,00 euros + portes de envio

   

 

Babete com comboio 4.50 euros + portes de envio

 

Babetes grandes com nomes e desenhos simples - 4,50 + portes de envio (nem sempre disponivel)



publicado por gatosnoquintal às 18:20
link do post | comentar | favorito
|

Os que foram ficando

Quando tinha espaço, apanhava animais de rua que estavam em risco, e posteriormente dava-os para novas casas... Alguns foram ficando!

Como a Joaninha e a Vitória, duas manas com coriza, uma delas ficou completamente cega e outra sem um dos olhos.

 

 

A Raquel foi deixada junto da minha colónia de rua, estava muito doente na altura. Tinha uma grave infecção na boca e teve de tirar todos os dentes. Nunca sobreviveria na rua. Depois viemos a descobrir que era FELV.

Faleceu em Abril

 

Num quintal, separado de minha casa também foram surgindo uns "ocupas". Começou pela Rita, uma gatinha velhote e desdentada.

A Pipa, recolhida da rua prenha.A gata má, não gosta de festas nem brincadeiras.

O Pipo, filho da Pipa, meigo e ternurento.

O Gatinho, um gato incontinente porque foi atacado por cães, a dona entregou-o para abater.

  

 

Mais fotos:

 http://www.flickr.com/photos/aligatas/

 

 



publicado por gatosnoquintal às 18:16
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Residentes - Dogs

Sou fãs de animais, gatos e cães são a minha paixão.
O meu primeiro animal de estimação, foi uma gata siamesa, a Tucha, que fugiu à dona, minha vizinha, e hospedou-se em minha casa durante 10 anos. Depois foi-me dado o Ruby, um Epagneul Breton, completamente louco. Tem 12 anos e comporta-se como um cachorro. Da Depois dele vieram da rua, a Nina, a Mel, a Eva e por fim a Abelha Maia.

  

 

 



publicado por gatosnoquintal às 16:57
link do post | comentar | favorito
|

Residentes - Cats
Os gatos surgiram anos depois da Tucha ter morrido.
Primeiro o Saguim, que foi retirado da rua e ia para uma nova dona. Era tão medroso que fui incapaz de o dar.
Depois o Topogigo, encontrei-o de noite no meio da estrada, debaixo de chuva, tinha levado um tiro de caçadeira na cara e ficou cego dos dois olhos.
Mais tarde a Missy, trouxe-a para minha casa depois de a encontrar a dar à luz, de noite na entrada de um prédio, alguns bebes já tinham morrido de frio. Foi numa noite de São Valentim.

  


publicado por gatosnoquintal às 16:03
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


posts recentes

ANITA - Cadela Furação

Os gatos do quintal

Alimentar bocas em Ponto ...

Os que foram ficando

Residentes - Dogs

Residentes - Cats

arquivos

Abril 2008

Janeiro 2008

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds